Publicações com a categoria Depois dos 45 anos

2015 18/12

DEPOIS DOS 45. E AGORA ? FESTAS DE FINAL DE ANO

Depois dos 45. E agora ? Festas de final de ano. É mais um vídeo da série.     

Tags: ,
2015 02/12

DEPOIS DOS 45. E AGORA ? EU ERRO E NUNCA APRENDO

Mais um vídeo da série para você se divertir um pouco. 

 

 

Tags: ,
2015 26/11

DEPOIS DOS 45. E AGORA ? PROFISSÃO

Depois dos 45. E agora ? Profissão. É o terceiro vídeo da série para você se divertir um pouco. 

 

 

 

 

 

 

Tags: ,
2015 28/10

DEPOIS DOS 45. E AGORA ?

Com este vídeo abaixo iniciarei uma série de vídeos com assuntos importantes para mim e talvez para você. 

Vamos nos divertir juntas.

 

 

Tags: ,
2015 19/05

CORTES DE CABELOS QUE FAZ PARECER MAIS JOVEM

Para parecer alguns anos de idade mais jovem alguns truques com os cabelos são essenciais tanto no corte, na cor e na maneira de pentear.  Sem falar claro, que estes devem estar sempre saudáveis.

O corte na altura dos ombros é perfeito para a mulher de qualquer idade.

 

 

O cabelo levemente encaracolado natural é uma tendência, o truque é um corte ideal que se adapte ao tipo de seu cabelo.  

 

Nem toda mulher pode ter cabelo reto e liso repartido no centro da cabeça, este é o tipo de corte para os rostos quadrados e ovais.

 

Os cortes curtos também ficam bem para mulheres de qualquer idade, basta ter confiança e estilo porque ele chama mais atenção. Por ser ousado você deve ter coragem para cortar o cabelão. Eu particularmente acho uma grande besteira, se quer cortar seu cabelo, corte mesmo. Já fiz isso várias vezes e não me arrependi nem um pouco porque quando quis, ele voltou a crescer.

 

É um mito que mulheres com mais de 50 anos não podem ter cabelos longos, se eles são bem tratados, bonitos e combinam com seu rosto e seu estilo de vida, por que não?

Mas cuidado com aqueles cortes que vão até a cintura do seu corpo, a não ser que tenha menos de 18 anos de idade ou que queira ser a eterna Rapunzel, eles envelhecem demais.

 

 

 

Quando o cabelo é mais fino, o ideal é um corte mais curto, em camadas e secados de forma  “ amassada”, para este ficar com mais volume.  

 

 

Escolha um bom profissional cabeleireiro, para não se arrepender depois.  E não se esqueça, o barato sai caro. Fica a dica então!

 

 

Imagens: reprodução.

Tags: , , , , , , ,
2015 15/04

ALGUMAS LIÇÕES DE VIDA QUE APRENDI APÓS OS 46 ANOS

A vida é um aprendizado. Um eterno aprendizado. E com os anos passados eu quase na metade do século aprendi umas coisinhas que não são muitas mas que resolvi passar aqui.

O amor de mãe é sem fim, inexplicável e maravilhoso.  

Depois de tentar por várias vezes e não conseguir, comecei a praticar meditação. Estou me sentindo mais centrada, mas calma estou apenas no início.

É muito prazeroso praticar atividades físicas e ter hábitos de vida saudáveis, mas tudo com cautela. Não sou escrava da alimentação e nem da academia.  

Aprendi que o mais importante da vida é a família e os amigos. Não me vejo neste mundo sem eles.  

Ouvir mais e falar menos, esta sou sincera que continuo tentando.  

Estudar, ler, conversar, sempre. Se tivesse mais tempo, queria voltar a pintar, bordar etc. Mas hoje com a internet, acho que deixarei para depois dos 50 anos.

Dinheiro faz falta para viver confortavelmente, mas não é tudo neste mundo.  

O medo é uma das piores emoções do ser humano, quando sinto tento o máximo escapar deste sentimento.

Aprendi a perdoar, porque o perdão é benéfico para a pessoa que o faz e não para a pessoa que está sendo perdoada.

Não deixo para amanhã para resolver meus ressentimentos, pode ser tarde demais.

O lado espiritual faz parte de todos os dias de minha vida.

Problemas trazem ansiedade, por isso decido que se não resolvê-los neste dia, resolvo no dia de amanhã.   

Tento fazer dos meus dias sempre felizes, ou apenas tento, porque o mais importante da vida é ser feliz.   

 

 

Tags: ,
2015 26/03

DIALONGANDO MAIS SOBRE A MORTE

A maioria das pessoas não fala e nem tentam pensar sobre a morte.  Como se isto não nos fosse acontecer jamais, como se fossemos eternos.

E a única coisa que sabemos neste mundo é que teremos este fim, ou este recomeço.

Quando acontece com nossos entes queridos, nos faz refletir um pouco mais sobre este assunto e nos leva a acreditar que somos os únicos nesta triste situação. Como se fossemos os atores principais de uma peça e os outros simples coadjuvantes.

Mas isto obviamente não é real, nosso estado de angústia nos faz pensar assim.

Como é difícil desapegar de quem gostamos, como parece impossível conviver com as saudades, mas a vida tem que continuar e tentar ser da melhor maneira possível.

Nas minhas orações noturnas peço sempre a misericórdia divina para me levar bem antes dos meus filhos e imagino que todos os pais devem orar como eu.

Por que é tão complicado falar sobre a morte? Por que é tão doloroso perder alguém? Temos que ter a convicção que viemos para este mundo só e daqui partiremos assim.  

Os céticos acreditam que nosso fim é quando morremos aqui. Mas eu acredito que quando o espírito parte da Terra, ele vai para onde sua vibração ficar melhor, o recomeço de cada um é diferente do outro.     

Tenho certeza se o assunto morte fosse mais dialogado entre nós, o conforto seria melhor, para aqueles que ficam e para aqueles que vão.

Deus não nos desampara, Jesus e Maria sempre nos protegem e nosso anjo da guarda sempre ficará ao nosso lado nas horas mais difíceis.    

 

Tags:
2015 19/03

DEPOIS DOS QUARENTA E CINCO: E AGORA ?

Estava pensando que algum tempo atrás, e nem tanto tempo assim, uma mulher que tinha 45 anos já era considerada uma quase velhinha, que sua única distração e obrigação eram ficar bordando toalhinhas na sala (nada contra com quem borda toalhinhas ou qualquer outra coisa parecida) também gosto, mas por incrível que pareça eu com 46 anos não tenho nenhum tempinho para este delicioso hobby.

Mas tudo mudou, a mulher é independente ou procura sua independência em todos os sentidos.  Tem mulheres que ainda nem tiveram seus primeiros filhos e nem sabem se algum dia, elas querem ter.     

Imagina se hoje uma mulher com 45 anos ou mais em plena atividade quer ser considerada idosa e claro que ela não é.  Ela pratica academia e quer ter o mesmo corpo que tinha alguns bons anos antes, quer sair com os amigos, badalar, viajar, amar, não esquecendo nunca dos seus afazeres domésticos e profissionais.  Quer ter o cabelo comprido e bem tratado (por que não?) já foi o tempo que mulher depois de certa idade tem que ter os cabelos curtos. Quer que a sociedade a respeite suas escolhas pessoais ou qualquer outra que seja.

No meu ponto de vista acho muito importante todo este espaço que a mulher buscou e encontrou, mas penso que hoje somos muito mais sobrecarregadas e cobradas do que qualquer outra década passada. Não sei a onde isto pode chegar.  

Quer saber, não sei você, mas às vezes, me bate uma daquelas angústias e fico pensando quais coisas boas irão me acontecer, se estou no caminho certo da vida e assim vai.

Aí penso que tudo bem, deve ser a crise dos 46 anos e que nada melhor do que começar a bordar algumas toalhinhas. 

 

 

Tags: